LOADING

Facebook Ads Para Afiliados: Como Funciona e Quanto Investir (+Exemplos)

Controle de Projetos, Tarefas, Clientes e Colaboradores

Img
Img

[ad_1]

Quer um bom motivo para usar o Facebook Ads para afiliados?

Essa pode ser a solução que você procura para impulsionar suas vendas.

E tenho certeza de que tem esse objetivo em mente, pois conheço muito bem essa história.

Você pesquisou muito sobre como ganhar dinheiro na internet e trabalhando em casa.

Foram horas, dias e meses em busca de uma solução que combinasse com o seu perfil.

Até que, enfim, encontrou um formato que achou muito interessante: era o programa de afiliados.

Nesse modelo, você recebe um percentual de cada venda realizada através do seu link.

Prático e seguro, não é mesmo?

Sim, tudo isso é verdade, mas nenhum lucro se dá por acaso e sem esforço.

Fazer com que as pessoas cliquem e comprem não é tão simples quanto parece.

Aos poucos, você percebe que essa não será uma tarefa nada fácil.

Nesse ponto, há algo que certamente pode ajudá-lo.

Falo das plataformas de publicidade paga na internet.

E uma das mais interessantes levando em conta alcance e preço é o Facebook Ads.

Essa ferramenta pode ser uma grande aliada para quem se aventura por essas bandas.

Então, se você quer saber tudo o que a plataforma de anúncios da maior rede social do mundo pode fazer pelo marketing de afiliados, continue a leitura.

Ao longo deste artigo, falo sobre as suas funcionalidades, investimentos e outros temas relacionados.

Se deseja se destacar no mar de links na internet, siga comigo!

O Que é Facebook Ads?

plataforma Facebook Ads

O Facebook Ads é a plataforma de anúncios do Facebook.

Ele pode ser acessado por meio da própria plataforma.

Tudo que você precisa é ter uma fanpage (perfis pessoais não podem investir) e um cartão de crédito válido cadastrado.

Os anúncios para Facebook são voltados a ações específicas.

São elas:

  • Reconhecimento da marca: valoriza ações de branding
  • Alcance: impulsiona posts para atingir um vasto público
  • Tráfego: leva o usuário a páginas externas
  • Envolvimento: valoriza as interações com postagens
  • Instalações do aplicativo: estimula o usuário a instalar um app em seu smartphone
  • Visualizações do vídeo: potencializa o número de views de um conteúdo audiovisual
  • Geração de cadastros: recolhe leads
  • Conversões: seguem um pixel para otimizar de acordo com uma ação desejada
  • Vendas do catálogo de produtos: vende produtos de maneira direta
  • Visitas ao estabelecimento: encoraja pessoas a visitarem lojas físicas e comércios.

Para afiliados, o modelo mais utilizado é o de tráfego, já que redireciona para landing pages selecionadas.

No entanto, para pessoas com conhecimento mais avançados em técnicas de marketing digital, existem muitas outras possibilidades.

Você pode, por exemplo, recolher leads para alimentar sua base de cadastros com seus links de afiliados.

Ou utilizar o próprio aplicativo para gerar cliques.

Aqui, não há limites para utilização do Facebook Ads.

No entanto, há uma regra muito importante: não divulgue o seu link de afiliado diretamente no Facebook Ads.

A plataforma não estimula esse tipo de prática e a sua conta poderá se banida.

Por isso, certifique-se de utilizar o redirecionamento para páginas de captura que não são identificadas como links de afiliados.

Os anúncios do Facebook Ads podem aparecer em diversos locais, como:

  • Feed de notícias do Facebook no desktop
  • Feed de notícias do Facebook no dispositivo móvel
  • Vídeos ao vivo no Facebook
  • Marketplaces do Facebook
  • Stories do Facebook
  • Facebook Messenger
  • Resultados de pesquisa do Facebook
  • Feed de notícias do Instagram
  • Barra lateral do Facebook
  • Stories do Instagram
  • Explorar do Instagram.

Você consegue perceber o quanto a publicidade paga no Facebook é versátil, não é mesmo?

Por conta disso, é considerada uma das maiores aliadas para os mais diversos objetivos na internet.

Como Funciona o Facebook Ads

funcionamento do facebook ads

Depois de realizado o cadastro no Facebook Ads, você terá acesso ao Gerenciador de Anúncios do Facebook.

Nele, o administrador de páginas tem acesso a dados da conta e suas campanhas.

Ou seja, métricas de performance para avaliar em tempo real o desempenho dos anúncios.

Com esses dados atualizados ao vivo, podemos realizar ajustes para otimizar ou pausar campanhas a qualquer momento.

É também nesse local que você cria seus anúncios.

O primeiro passo consiste na escolha dos objetivos, apontados no tópico anterior.

A seguir, é preciso configurar várias especificações dos conjuntos de anúncios que serão veiculados.

Essas características variam de acordo com o objetivo selecionado.

No entanto, há três configurações comuns a todas elas, que são:

  • Público: segmentação de públicos personalizados de acordo com dados demográficos, geográficos e comportamentais
  • Posicionamento: local onde os anúncios serão exibidos para o usuário
  • Orçamento: valor total ou diário que será gasto durante a campanha.

Por fim, é chegado o momento de criar os anúncios.

Nessa etapa são selecionados arquivos para publicação, formato, posts pré-existentes, mídia, texto do anúncio e configurações de rastreamento, por exemplo.

Feito isso, basta um simples clique para colocar a sua campanha no ar e acompanhá-la por meio do gerenciador.

Como anunciar no Facebook Ads?

anúncios pelo facebook ads

Quando alguém pergunta “como anunciar no Facebook Ads?”, a dúvida não costuma se limitar aos passos para isso na plataforma.

Ou seja, se deseja saber quais são as melhores práticas.

A verdade é que não existe uma fórmula mágica para obter bons resultados na plataforma.

Como em qualquer ação de marketing, é necessário planejamento, uso de dados e criatividade para alcançar o que se deseja.

No entanto, há algumas diretrizes que podem ser observadas com cuidado para minimizar as taxas de erro.

A seguir, conheça algumas delas.

Não divulgue o link de afiliado diretamente

A primeira dica é simples, mas fundamental: não insira o seu link de afiliado diretamente no Facebook Ads.

Sim, já alertei sobre isso, mas não custa repetir.

Por mais que possa parecer uma boa ideia gerar tráfego direto com a sua etiqueta de link, o Facebook proíbe esse tipo de ações na plataforma.

Assim sendo, para evitar o risco de ser banido, não arrisque.

Crie suas páginas de captura

Você provavelmente está confuso nesse momento, acertei?

Afinal, eu acabo de dizer que você não deve gerar tráfego direto por meio de seus links de afiliados.

Isso é normal, já que é difícil vislumbrar todas as possibilidades do Facebook Ads em um primeiro momento.

Só que o banimento de contas não acontecerá caso você redirecione o usuário às suas próprias páginas de captura.

Nelas, você pode divulgar os seus links de afiliados sem correr nenhum perigo.

Em outras palavras, o link não deve ser inserido diretamente na campanha de conversão do Facebook.

Entretanto, é possível inserir um link para uma página na qual esse mesmo link é inserido.

Então, use a sua criatividade para gerar uma boa landing page que garantirá o clique dos visitantes.

Defina sua persona

O conceito de persona se refere a um personagem fictício que representa o seu cliente ideal.

Sua principal função é evitar que você alcance pessoas sem potencial para se tornarem clientes.

Além disso, ao compreender suas dores, você será capaz de criar campanhas personalizadas que dialoguem com um público específico.

Quando falamos de anúncios, segmentar é sinônimo de otimização e economia de recursos.

Escolha o produto certo

A aliança entre o produto certo e o público é muito importante.

Eles precisam dialogar entre si para garantir uma melhor performance dos anúncios.

Por isso, escolha o que vai vender e direcione as campanhas de cada um dos itens em diferentes grupos de anúncios.

Criar uma fanpage específica para fazer anúncios

O Facebook não permite que perfis pessoais veiculem anúncios tradicionais.

Na rede social, as empresas são representadas por fanpages.

Por isso, não se esqueça de criar a sua antes de tentar investir em Facebook Ads.

Criar uma conta Facebook for Business

O Facebook for Business é mais uma ferramenta de grande utilidade para administradores.

Além de diversas dicas que podem auxiliar na obtenção de bons resultados (inclusive para afiliados), há uma série de conteúdos exclusivos que vão de cases de sucesso ao suporte personalizado para anunciantes.

Crie seu pixel

O pixel do Facebook é a melhor maneira para rastrear o comportamento do consumidor em páginas externas.

Ou seja, você poderá saber qual ação o usuário realizou após clicar no seu anúncio.

Essa é uma excelente maneira para descobrir quais tipos e formatos estimulam um maior número de conversões.

Iniciando sua campanha de Facebook Ads para afiliados

campanha pelo facebook Ads

Agora, que tal colocar a mão na massa e iniciar a sua primeira campanha de Facebook Ads para afiliados?

Antes de mais nada, lembre-se que não existe um padrão de utilização, apenas ações recomendadas para divulgar o seu link.

Dito isso, vamos em frente.

Determinando o Tipo de Campanha

Existem alguns meios para se beneficiar do Facebook Ads como afiliado.

A primeira delas é o link direto.

Ou seja, quando você envia o seu link de afiliado diretamente para a página de venda do produto desejado.

Essa não é uma ideia muito boa, como já frisado neste texto.

Isso porque, caso assim o identifique, a plataforma pode banir a sua conta e você ficará impossibilitado de investir em anúncios no Facebook.

Assim chegamos à segunda opção: reverter o tráfego para uma página de conversão.

A partir dela você pode enviar o usuário para outras páginas, inclusive as de vendas.

No entanto, existe uma possibilidade de o Facebook observar essa prática e ocasionar na exclusão da conta.

Então, o que muitos afiliados fazem é o direcionamento para páginas de conteúdo tradicionais, evitando qualquer possibilidade de penalidade.

Outro modelo muito interessante é utilizar os anúncios para adquirir tráfego para páginas de formulários.

Com isso, há o recolhimento de leads, transformando um bem provisório em algo permanente.

A partir disso, você deve usar o e-mail marketing em prol de seus negócios.

NewsFeed X Sidebar X Mobile x Post Promote

A próxima etapa consiste na escolha da localização e dos dispositivos utilizados para veiculação dos anúncios.

No caso de afiliados, existem quatro tipos mais utilizados de links patrocinados no Facebook.

São eles:

  • NewsFeed: o anúncio aparece no feed de notícias do usuário
  • Post Promote: um post regular de sua fanpage aparece na timeline do usuário
  • Sidebar: o link clicável aparecerá em um formato menor na barra lateral, ideal para aplicações no formato de custo por impressão (CPM)
  • Mobile: o anúncio é disponibilizado somente em tablets, smartphones e outros dispositivos móveis.

Imagens

Feito isso, é hora de compor as peças gráficas das campanhas.

Elas são as principais responsáveis por chamar a atenção do público, então, capriche.

Também passam mensagens próprias e devem fazer sentido quando observadas em conjunto com os demais elementos, como título, texto e CTA, o call to action (ou chamada à ação).

CPC vs CPM

Por fim, é chegado o momento de selecionar o formato de pagamento dos anúncios.

As duas opções disponíveis são:

  • CPC: você paga por cliques nos ads
  • CPM: você paga a cada mil visualizações do anúncio.

Essa escolha é uma questão estratégica e deve ser avaliada por meio da análise de dados, pois varia de negócio para negócio.

4 Dicas de como vender mais no Facebook Ads

como vender mais com facebook ads

Por fim, antes de encerrar, aqui vão algumas dicas que podem fazer toda a diferença na hora de multiplicar suas vendas com o Facebook Ads.

Acompanhe!

1. Crie Suas Próprias Páginas de Captura

Volto a frisar a importância das páginas de captura.

É por meio delas que você se previne contra eventuais punições da plataforma.

Capriche no design e conteúdo para que cada vez mais pessoas se cadastrem em suas squeeze pages.

2. Comece com público-alvo aberto e depois foque

Para otimizar suas campanhas de links patrocinados no Facebook, é uma boa ideia utilizar públicos genéricos e depois afunilar o direcionamento.

Essa técnica tem como objetivo gerar uma boa intensidade de tráfego para, a seguir, focar somente em quem importa.

Dessa maneira, seus indicadores de tráfego sobem e, consequentemente, você qualifica o SEO (Search Engine Optimization) de suas páginas internas, aumentando as chances de ser encontrado em buscadores, como o Google.

Ao mesmo tempo, você pode realizar conversões e vendas por meio delas.

3. Defina uma meta e um prazo

A definição de metas é um passo essencial em qualquer estratégia que exige planejamento.

Afinal, é por meio desses componentes que você será capaz de mensurar a eficácia da campanha.

Ao comparar diferentes períodos e anúncios, é possível identificar os melhores formatos e otimizar seu desempenho.

Conclusão

Chegamos ao final de mais um texto no qual você aprendeu tudo sobre Facebook Ads para afiliados.

Também vimos algumas definições importantes, como o que é, como funciona e como anunciar na plataforma de anúncios na rede social.

Além disso, observamos detalhes sobre como utilizá-la em benefício do marketing de afiliados, mais especificamente.

Por fim, aprendemos algumas dicas essenciais para tirar o máximo proveito das campanhas.

Esse conteúdo foi útil para você?

Eu espero que sim.

Mas se restou alguma dúvida ou também tem uma dica, deixe um comentário.

Afinal, como você tem utilizado o Facebook Ads para afiliados?

[ad_2]

Fonte do Post

Leave a Comment